terça-feira, 13 de fevereiro de 2018

Quando a abordagem excessiva da PM atinge os inocentes





-Entendemos que o serviço da PM num carnaval é tenso, muito tenso. Eles, soldados, estão ali com a missão de proteger as pessoas contra os desordeiros, garantir a integridade física dos foliões. Tarefa nada fácil. Eles colocam a própria vida em jogo, estão sujeitos a perdê-la num descuido qualquer. São pais de famílias trabalhando e que nem sempre são reconhecidos pelo estado e pela sociedade. Por isso eles tem o nosso respeito. Porém, a reclamação do jovem é legitima. Não dá pra ignorar, principalmente quando se é cidadão de bem, trabalhador e sofre um espancamento gratuito, por nada . Me perdoem os queridos da PM, mas quando se tem a cara quebrada nestas circunstâncias, até a generalização, apesar de não ser aceitável,  é compreensível.

Carlos Jardel

Nenhum comentário: