quarta-feira, 31 de janeiro de 2018

Após reunião com Camilo, Temer autoriza força-tarefa imediata da Polícia Federal no Ceará


O presidente Michel Temer (MDB) autorizou, na noite desta terça-feira, 30, a primeira ação federal contra a crise na segurança no Ceará. Temer recebeu o governador Camilo Santana (PT), depois de duas chacinas que mataram 24 pessoas em três dias. O senador Eunício Oliveira (MDB), presidente do Senado, o presidente da Assembleia Legislativa, Zezinho Albuquerque (PDT), e o presidente do Tribunal de Justiça, Gladyson Pontes, também participaram do encontro.

Foi pedido apoio urgente e também “medidas a médio e longo prazo”, de acordo com Camilo. A priori, foi autorizada força-tarefa imediata da Polícia Federal para o Ceará, principalmente para trabalhar na área de inteligência.


O POVO

“Nós discutimos a situação do Ceará, os fatos ocorridos recentemente e solicitamos apoio do presidente em relação a ações urgentes no Estado”, contou Camilo, referindo-se às chacinas das Cajazeiras e de Itapajé.

Nenhum comentário: