sexta-feira, 10 de novembro de 2017

Tasso confirma candidatura ao comando tucano e reafirma: “O PSDB desses caras, não é o meu PSDB!”

Em entrevista coletiva nesta tarde de quinta-feira, em Brasília, o senador Tasso Jereissati informou ter sido procurado por Aécio Neves para que entregasse o comando partidário. Isso, para que ficasse garantida a equidade entre os candidatos à presidência nacional tucana. Tasso disputará, dia 9 de dezembro próximo, contra o governador Marconi Perillo, de Goiás.

Tasso disse que não aceitava a tese de equidade e cobrou de Aécio sinceridade, já que o tem como amigo. De Aécio, revelou ter ouvido que não o queria no comando tucano porque ambos têm hoje diferenças profundas. Adiantou Tasso que, após a conversa, Aécio deixou o local e mandou ofício lhe destituindo e convocando Alberto Goldman para assumir a presidência nacional do PSDB.

Tasso não quis aprofundar as diferenças “profundas” dele com Aécio, mas acabou afirmando que queria que ficasse bem nítida suas diferenças com o mineiro. O senador cearense chegou a lembrar adágio de que as palavras mentem, mas as atitudes não. “São diferenças profundas desde comportamento político, comportamento ético, fisiologismo… Aécio disse para Tasso que adotava tal postura porque sofria muita pressão. Não disse para o senador cearense de onde partia tal pressão.

Indagado sobre de quem viria a pressão, Tasso chegou a admitir que poderia partir do governo. Ele reafirmou que continua candidato a presidente nacional do PSDB, embora reconheça dificuldades dentro do partido e questionando o governo.

Ele voltou a afirmar que o PSDB atual não é o seu PSDB. Tasso disse acreditar no partido, mas reiterou: “O PSDB desses caras não é o meu PSDB”. lembrou ter sido presidente em vários momentos importantes como no Fora Collor e complementou: “O PSDB desses caras não é o meu PSDB, não é o PSDB do FHC, do Mário Covas, do José Richa, do Franco Montoro.. não é esse PSDB que está aí”. Tasso informou que FHC ficou surpreso com a sua destituição do comando tucano.

Blogue do Eliomar

Nenhum comentário: