sábado, 21 de outubro de 2017

Prefeita tenta amenizar o impacto da irresponsabilidade e reduz o próprio salário. Detalhe: somente por dois meses!


A Prefeita de Camocim Mônica Aguiar enviou a Câmara de Vereadores nesta sexta-feira (20), o Projeto de Lei que implementa as medidas de contenção de despesas orçamentárias do Governo anunciadas recentemente. Entre as medidas, está a redução de 20% dos vencimentos salariais da Prefeita, do Vice e dos Secretários de Governo.

O esforço de sua equipe econômico para implementar seu pacote de austeridade porém, trouxe dor de cabeça para os mais de 500 servidores contratados que foram demitidos sem aviso prévio, sob a alegação de está atendendo uma decisão judicial e ter estourado o limite de gasto com pessoal. 

No texto a Prefeita Mônica, justifica a necessidade do arrocho por conta da crise financeira que afeta os municípios brasileiros e a queda nos repasses federias. 

O pacote prevê ainda a redução do horário de funcionamento dos órgãos municipais que não desempenham serviço essencial; suspensão de horas extras, diárias, passagens, hospedagens, lanches e refeições, além de está vedado a liberação de patrocínios e apoio cultural para eventos. 

O mais curioso é que a redução salarial da Prefeita e dos secretários só vai durar o período de dois meses. Conforme o PL enviado a Câmara, que deve passar pela análise do plenário, a alteração dos vencimentos passa a valer do dia 01/10 a 31/12/2017. 

André Martins, no Camocim Portal de Noticias

Nenhum comentário: