segunda-feira, 11 de setembro de 2017

PRESIDENTE, O CRITÉRIO NÃO FOI O "PRIMEIRO EMPREGO". FOI ACORDO POLITICO = VOTOS !

O vereador Kleber Veras, presidente da Câmara de Camocim, para defender a polêmica nomeação do novo Secretário do Turismo de Camocim, feita pela prefeita Monica, utilizou  um artificio de defesa tão pobre que, assistindo o vídeo de seu pronunciamento na última sessão da Câmara, fica difícil não querer aplicar  o famoso  "cara de pau".O presidente subestima a capacidade de raciocínio e compreensão das pessoas. Até mesmo um destes muitos marginais quadrúpedes de orelhas avantajadas (jumentos que vivem soltos nas margens das estradas), consegue compreender que o critério da escolha da prefeita NÃO FOI o fato de oportunizar o "primeiro emprego e experiência" para um jovem, conforme a idiota dissertação do presidente. O critério, único e exclusivo foi: "acordo politico = votos" entre o pai do Secretário e o deputado Sérgio Aguiar. Não foi pensando na capacidade do jovem, e muito menos na questão do "primeiro emprego", que a  prefeita e o deputado o colocaram no cargo de Gestor Municipal do Turismo, mas sim nos votos que o seu pai, Naldo da Mercearia, suplente de vereador,  pode dar a eles (prefeita e deputado). 

Nota 0 (zero)  nesta matéria pra o presidente Kleber Veras, que  apresentou justificativa alienígena. Sendo ele um  experiente politico, deveria ter se conectado com a sabedoria dos tempos, que diz: "é preciso saber a hora de ficar calado".

Carlos Jardel

Nenhum comentário: