sexta-feira, 1 de setembro de 2017

GUARDAS MUNICIPAIS MUDAM DE FUNÇÃO APÓS PRISÃO POR SUPOSTA TENTATIVA DE SUBORNO

Quatro guardas municipais responsáveis pela prisão do universitário Antônio Anderson Leôncio, em abordagem na última segunda-feira, 28, na avenida Francisco Sá, bairro Carlito Pamplona foram direcionados a postos patrimoniais. O rapaz foi solto, na tarde desta quinta-feira, 31, conforme a família. A Secretaria Municipal da Segurança Cidadã (Sesec) informa que iniciou sindicância para abertura de procedimento disciplinar interno.

O caso ganhou repercussão depois que o vídeo da abordagem foi compartilhado nas redes sociais. As imagens mostram o momento em que o universitário recebe voz de prisão, após supostamente tentar subornar os guardas para evitar apreensão da moto. O rapaz conta, no vídeo, que as infrações da moto – um débito de R$ 800- teriam sido registradas após o veículo ter sido roubado.

Confira o vídeo AQUI

A Sesec informa que os guardas foram afastados da atividade de trânsito até o fechamento da apuração sobre a abordagem. O caso foi encaminhado à Corregedoria da Secretaria de Segurança Cidadã, que apura as ações de servidores.

A família do universitário esperava a soltura na Delegacia de Capturas e acredita que a prisão foi arbitrária. "A gente ainda está no calor da emoção de vê-lo solto, porque é um inocente preso injustamente. Tudo que a gente queria era isso, ninguém ainda parou para pensar no que será feito depois", disse ao O POVO Online a tia do motociclista, Auxiliadora Leôncio, antes da liberação.

O rapaz recebeu alvará de soltura após audiência de custódia e chegou à casa da família por volta das 14h20min.

O POVO

Nenhum comentário: