terça-feira, 29 de agosto de 2017

PRESIDENTE KLEBER QUER IMPLANTAR DITADURA NA CÂMARA DE CAMOCIM

Ditadura de Kleber conta com apoio dos 10 vereadores de Situação.


O presidente Kleber Veras (PDT) está querendo implantar um ditadura no Legislativo de Camocim. E tem demostrado isso nos frequentes casos de desobediência ao Regimento Interno da Câmara e a Lei Orgânica do Município. E quando ele é advertido por algum vereador da oposição, sobre sua postura arrogante, a respeito de determinadas matérias, o mesmo  coloca  o assunto para votação do Plenário, onde sabe que conta com o apoio dos 10 (dez)  vereadores da Bancada de Situação. Estes que não hesitam em atropelar as normas impostas pelos  instrumento legais e constitucionais. E é esta atitude que se configura uma  ditadura, haja vista que  a vontade própria (do presidente) se sobressai contrariando  as leis que normatizam os anseios da vida coletiva no espaço legislativo. 

A prova cristalina desta "ditadura" ocorreu na  última sexta-feira (18) durante sessão ordinária da Câmara, quando o presidente Kleber tentou proibir o vereador Marcos Coelho de fundamentar sua justificativa a respeito do projeto do concurso público. Veja no vídeo acima

- Lembrando: os vereadores da prefeita rejeitaram a proposta do Vereador Marcos Coelho de  realizar uma audiência pública para discutir o concurso público. 

Alfinetada

O tom de ditador, utilizado pelo presidente Kleber, só não surtiu efeito com Marcos Coelho por que o mesmo é um profundo conhecedor da Lei Orgânica do Município e do Regimento Interno da Câmara, o que o torna, obviamente, um legislador convicto de sua função, com seus respectivos direitos e deveres. Ou seja:  a arrogância do presidente esbarrou na inteligência do Marcos Coelho.  

Fico aqui pensando : se Kleber usa este seu autoritarismo pra cima dos vereadores semi-analfabetos da Câmara? 


Carlos Jardel





Nenhum comentário: