quinta-feira, 10 de agosto de 2017

OPINIÃO - DRA.IRACEMA COMENTA SOBRE A MORTE DA MÃE E DA CRIANÇA DURANTE O PARTO NO HOSPITAL MURILO AGUAR

Enfermeira e ex-secretária
da saúde de Camocim
A enfermeira e ex-secretária da saúde de Camocim, Iracema Gonçalves,  comentou sobre o parto mal sucedido que vitimou  com a morte a mãe e criança, no Hospital Deputado Murilo Aguiar AQUI.


"Sobre o caso acontecido no Hospital de Camocim, lamento profundamente, porque infelizmente moramos em uma cidade em que a Saúde Pública pede socorro. Analisando o fato, nos reportamos aos PSFs - será que essa gestante fez um pré natal de qualidade?, acredito que não, pois minha funcionária está no oitavo mês de gestação e aguarda a liberação de uma ultrassonografia, como ela queria saber como estava o bebê teve que recorrer ao serviço privado, pagando pela ultrassonografia.

Se a gestação era de risco, porque a gestante não foi encaminhada para um pré-natal com especialista?

Acho triste os fatos continuarem se repetindo, e um bando de alienados politicamente defendem a Saúde. Sabe porque? Simplesmente esqueceram que isso pode acontecer com qualquer um de nós ou nossos familiares, que não dispomos de planos de saúde e estamos reféns de uma politicagem barata típica ainda dá época em que tudo era feito em troca de votos.

Cadê o berçário neonatal do hospital ? Os equipamentos? Cadê o município que se diz POLO e está a cada dia mais fracassado, sem ter um AS para os pacientes? Cadê o Caps 24 horas, que funciona apenas 8 horas e com muitas limitações?!

São muitos os "cadês?"

Cabe ao povo resolver com quem realmente vão querer ficar. 

Vereadores está passando da hora de uma Audiência para discutir a Saúde Pública de Camocim. O povo pede providências".

Nenhum comentário: