terça-feira, 22 de agosto de 2017

NA CCJ, VEREADORAS DA PREFEITA SE NEGAM A REALIZAR AUDIÊNCIA PÚBLICA PARA TRATAR DAS VAGAS DO CONCURSO PÚBLICO

A proposta da audiência foi apresentada na Comissão pelo vereador Marcos Coelho, que já ingressou com recurso contra a decisão das vereadoras. 



"Apresentamos, na Comissão de Constituição, Justiça e Redação Final, proposta de audiência  pública com a população e também com o Sindicato dos Servidores Públicos, APEOC, Agentes de Saúde e de Endemias, Bombeiros Civis e autoridades (Prefeita, Promotor e Defensor Público) para discutir, colher sugestões e melhorar o projeto de Lei n°:021/2017, que prevê a criação, apenas , de 220 vagas, quando temos quase 2 mil contratados ilegalmente, pois não fizeram concurso . Fomos voto vencido, na Comissão, mas o Plenário, formado por todos os Vereadores, julgará nosso Recurso", disse o autor da proposta, o vereador Marcos Coelho (PSDB). 

A vereadora Lúcia da Ematerece (PDT) - relatora da Comissão - e Iracilda Rodrigues (PDT) - presidente interina, em substituição ao presidente César Veras - foram as que votaram  contra o requerimento. No recurso encaminhado à Presidência da Câmara, sobre a manifesta ilegalidade da Comissão, o autor da proposta, Marcos Coelho, afirma que a decisão da presidente da Comissão e da relatora "fere de morte" a  Lei Orgânica do Município  e o Regimento Interno da Câmara, nos artigos e parágrafos que dispões do assunto. 

Clique no link abaixo para ler o requerimento

Carlos Jardel




Clique na imagem para ler o requerimento








Nenhum comentário: