terça-feira, 29 de agosto de 2017

BARROQUINHA - "OPOSIÇÃO BB" É TAMBÉM LEVIANA E SOFRE COM A GESTÃO ADEMAR

Episódio de hoje: As diárias do prefeito.


A Oposição BB (Burra de Barroquinha), através do seu 'blog fantasma', emitiu uma desinformação sobre as diárias do Prefeito Ademar. Além da leviandade e burrice, a inocência em querer subestimar a capacidade de raciocínio dos leitores, apostando meramente no sensacionalismo das palavras - inclusive, pobre de eloquência, facilmente desmontável. Vejamos: 

- A oposição BB, disse que o gestor municipal gastou nos últimos 6 (seis) meses, com diárias, o total de R$ 18, 600 (dezoito mil e seiscentos reais), o que corresponderia a R$ 480,00 (quatrocentos e oitenta reais) o valor de uma diária, sendo que os principais destinos das viagens foram  Fortaleza e Brasília -DF.  Até aí tudo  bem. Agora, vamos ajudar na compreensão e colocar terra na  farofa envenenada da Oposição: 

Se pegarmos este total de  R$ 18.600 (dezoito mil e seiscentos reais), e  dividirmos esse montante pelos 6 (seis)  meses em questão, teremos o valor de R$3.100 (três mil e cem reais) ao mês, e  ainda dividindo esse valor, pelo valor pago por 1 (uma) diária de R$ 480, resultará em uma média de apenas 6 (seis diárias) e meia durante um mês. Ou seja; a tentativa de macular a imagem do prefeito ficou explicita, mas foi  tão fraca que não chegar a ser, sequer, uma questão numérica, mas de lógica!: qual prefeito trabalhador, que  não precisa se deslocar para a Capital do Estado, pelo menos 6 vezes  dos 30 dias do mês,  para manter as articulações necessárias inerentes de sua função?  

O blog fantasma da oposição esqueceu de informar que o prefeito de Barroquinha não tem no seu Gabinete o privilégio de dispor de um carro  para estas viagens, sempre se desloca em alguns dos veículos das secretarias. E na Capital, muitas vezes, com este valor, precisa se deslocar de táxi, se alimentar e já chegou ao ponto de  retornar para Barroquinha de ônibus Guanabara. Sem falar que todas as viagens oficiais podem ser atestadas pelo prefeito mediante documentos comprobatórios. 

 Então, podemos dizer que a Oposição fracassada, mais uma vez, "pirou na batatinha!".

Alfinetada

Ora, se a oposição fosse comparar o prefeito Ademar, por exemplo, com a prefeita de Camocim, a esposa do deputado que eles apoiam em Barroquinha, iria sofrer de um fulminante infarto, precedido por uma disfunção intestinal aguda, pois a dita cuja, fez a Câmara aprovar um projeto de lei em que a mesma nem precisa pedir permissão ao legislativo para se ausentar do município durante 4 anos. 

A Roselena é que diz: " a prefeita de Camocim mora em Fortaleza e administra a cidade pela whtsapp".

Ou oposição sofrida!  

Carlos Jardel 

Nenhum comentário: