sexta-feira, 14 de julho de 2017

TEMER VENCE NA CCJ, MAS VOTAÇÃO É ADIADA

Após costuras e articulações da base, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), anunciou que a votação da denúncia contra o presidente Michel Temer no plenário acontecerá em 2 de agosto. Decisão foi tomada no mesmo dia em que aliados do presidente conseguiram barrar parecer pela aceitação de denúncia contra o peemedebista na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara por placar de 40 votos contrários e 25 favoráveis, além de uma abstenção.

Segundo Maia, a sessão começará às 9 horas e deve ser concluída no mesmo dia. Haverá 25 minutos para a defesa de Temer e o mesmo tempo para o relator Paulo Abi-Ackel (PSDB-MG), cujo parecer pela rejeição da denúncia foi aprovado na Comissão de Constituição e Justiça.

A data foi anunciada após uma reunião com os líderes da Casa. O governo começou a admitir na quinta-feira pela manhã que deixaria a votação para agosto, após constatar que não conseguiria mobilizar o quórum de 342 deputados cogitado por Maia para abrir a sessão.

Nenhum comentário: