sexta-feira, 28 de julho de 2017

ENTREVISTA: JULIANO CONTA DETALHES DA CONFUSÃO EM TATAJUBA, CRITICA TCM , GOVERNO MONICA, E FALA DE ALIANÇAS POLITICA PARA 2018

Juliano disse que espera pela aliança de Chico Vaulino com Romeu


O Vereador Juliano Cruz (PSD) foi entrevistado ontem, quinta-feira, pelo radialista Irlo Júnior, no programa Grande Jornal da 98, na Pinto Martins FM.  O vereador falou sobre a politica nacional e estadual, se detendo com mais tempo falando sobre a politica local, iniciando pelo episódio ocorrido no último final de semana durante a Regata de Canoas de Tatajuba, em que o deputado Sérgio Aguiar agrediu fisicamente o Wagner Monteiro. " Quem começou a confusão foi o deputado Sérgio Aguiar", confirmou o vereador. 

TCM

Comentando sobre a polêmica que gira em torno do Tribunal de Contas dos Municípios - TCM, Juliano classificou o caso como "uma questão politica", entre o atual presidente do Tribunal, Domingos Filhos, e os irmão Ferreira Gomes, que, agora, adversários , se digladiam pelo poder.  

Ou seja, os Ferreira Gomes querem desativar o TCM para enfraquecer o poder politico do seu ex-aliado, Domingos Filho. 

Juliano garantiu que "o TCM é um órgão que faz politica" e que a oposição em Camocim já foi perseguido pelo mesmo, inclusive, o próprio vereador já foi vitima deste tribunal, tendo que recorrer a um renomado escritório de advocacia para se defender e garantir sua candidatura. 

 Romeu e Chico Vaulino

"Romeu e o ex-prefeito Chico Vaulino já se reuniram algumas vezes, no entanto, o ex-prefeito de Camocim ainda não deu sua resposta", disse Juliano, que espera pela união dos dois, e que seja formada uma grande aliança em Camocim para contrapor nas eleições a candidatura do deputado Estadual Sérgio Aguiar. 

Ainda de acordo com Juliano,  Romeu Aldigueri já conta em Camocim com apoio de várias forças politicas: vereadores, ex-vereadores, suplentes de vereadores, presidentes de partidos e lideranças comunitárias. 

Criticas

Juliano também fez criticas ao governo municipal, destacando os problemas na infraestrutura, e falou sobre os problemas na segurança pública relacionados a precariedade da Delegacia Regional de Policia Civil e do Presidio. 

Confira a entrevista acima.

Carlos Jardel 

Nenhum comentário: