quinta-feira, 25 de maio de 2017

PARTIDOS DE OPOSIÇÃO DENUNCIAM “ESTADO DE EXCEÇÃO” EM BRASÍLIA. MAIA RECLAMA DA MEDIDA



Os partidos de oposição ao governo Temer denunciam que Brasília vive “estado de exceção”.  A reação ocorre depois que o presidente Temer baixou decreto convocando tropas federais para garantir a segurança em Brasília. O decreto se estende até o próximo dia 3.

O líder da minoria na Câmara, o petista José Nobre Guimarães, falou nesta noite sobre a situação, tendo ao lado membros não só do PT, mas do PSOL, Rede, PDT, PCdoB, PSB e outras siglas menores.


Maia reclama

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia (DEM-RJ), disse que vai pedir ao ministro da Defesa, Raul Jungmann, que “restabeleça a verdade” sobre a convocação das Forças Armadas para operação de Garantia da Lei e da Ordem (GLO) no Distrito Federal. Mais cedo, Jungmann disse que Maia havia pedido a intervenção diante da violência dos manifestantes na Esplanada dos Ministérios.

A informação chegou aos deputados da oposição, que rapidamente começaram a cobrar explicações, o que culminou em uma briga generalizada entre oposicionistas e integrantes da base no plenário mais cedo.

“O ministro deu uma coletiva dizendo que o pedido de GLO era um pedido da Presidência da Câmara. Eu afirmo e reafirmo que isso não é verdade. Por parte do presidente da Câmara, o pedido de apoio da Força Nacional foi para o prédio da Câmara e no seu entorno. Se o governo decidiu adotar outra medida, essa outra medida é uma responsabilidade do governo. Não pode nem deve ser da Câmara”, disse Maia ao retomar a sessão no plenário.

Estado de exceção?

*Estado de exceção (AO 1945: excepção) é uma situação oposta ao Estado de direito, decretada pelas autoridades em situações de emergência nacional, como agressão efetiva por forças estrangeiras, grave ameaça à ordem constitucional democrática ou calamidade pública.

Blog do Eliomar

Nenhum comentário: