terça-feira, 2 de maio de 2017

JULIANO COBRA ÔNIBUS PARA UNIVERSITÁRIOS DE PARNAÍBA

O vereador homenageou o aviador camocinense, Pinto Martins, e lamentou pelo descaso que o filho mais ilustre da cidade sofre por parte da administração da prefeita Monica Aguiar.




Carlos Jardel

Um comentário:

Siebra Neto disse...

Como a exemplo dos alunos universitários que se deslocam até a cidade de Sobral diariamente, cerca de mais de 150 alunos fazem também um trajeto diário até a cidade de Parnaíba no Piauí. Estes, gastam cerca de 260.00 a 300.00 reais mensais só de transporte para conseguir assistir aula. Bem, se estamos num país onde nossa carta magna diz que somos iguais perante a lei, então, logo presume-se que se os alunos que se deslocam até sobral tem direito ao transporte universitário gratuito disponibilizado pela prefeitura, os que estão cursando em Parnaiba também tem. Nós que somos universitários da "linha piauí" esperamos sermos vistos como detentores desse direito também, e que haja bom senso por parte de quem governa (seja quem for), pois sabemos que muitos dos estudantes não tem condição de estar pagando essa locomoção, muitos até se sacrificam, tirando o da mesa, pra poder continuar estudando. Alguns alunos se reúnem entre eles para poderem fazer marmitas de comida, a fim de economizar algum trocado, frente a carestia da viagem. Então é difícil! Alguns até tem mais condições para gastar, mas, a maioria não tem e é fato. Que não somente  prefeitura se sensibilize com esta situação, mas, toda a sociedade camocinense, visto que, já está passando da hora de nossa cidade virar polo universitário, com uma universidade de vergonha, que ofereça cursos alem de simples licenciaturas, ou cursos só de administração, serviço social ou contabilidade. Juntando todos os alunos que cursam em sobral e parnaíba totalizamos quase 500 alunos matriculados, entre os que se locomovem e os que moram nessas cidades. A pergunta é, Camocim necessita ou não necessita de uma grande universidade? A resposta é obvia! Claro que sim! Quantos pais nao ficam aflitos com o risco dos filhos pegarem a estrada todos os dias? Sem contar, que abarcaríamos ainda todas as cidades circunvizinhas, gerando mais educação e muito mais renda em todos os setores da economia da cidade. Precisamos de ação além das conversas de palanque, ainda não vimos um político fazer algo impactante nesse sentido em Camocim, eis uma boa hora, pois, a tendência é que a massa universitaria continue nessa crescente a cada ano. Saúdo aos nossos nobres vereadores, pedindo que se compadeçam em favor dos alunos universitários, consequentemente do município.