quarta-feira, 14 de dezembro de 2016

CEARÁ REGISTRA NOS ÚLTIMOS TRÊS MESES UMA ELEVAÇÃO DE 34,2% NO NÚMERO DE ASSASSINATOS. CAPITAL LIDERA A ESTATÍSTICA

A Assembleia Legislativa do Ceará realiza na manhã desta quarta-feira (14), sessão especial para a apresentação dos trabalhos do Comitê de Prevenção a Homicídios. O evento acontece no momento em que os números da criminalidade crescem no Estado. Nos últimos três meses, esta elevação foi da ordem de 34,2 por cento. E em apenas 12 dias de dezembro, já foram registrados 115 assassinatos.

Segundo dados divulgados pela própria Secretaria da segurança Pública e Defesa Social (SSPDS), em setembro foram contabilizados em todo o estado 222 assassinatos. Em outubro, o número saltou para 278. E em novembro, passou para 298.

Somente neste mês de dezembro, entre os dias 1º e 12,  foram registrados 35 homicídios na Capital cearense, 29 na Região Metropolitana de Fortaleza (RMF), outros 29 nos Municípios que compõem o Interior Sul; e mais 22 casos no Interior Norte, totalizando 115 execuções.

Capital

Entre as quatro regiões do Estado monitoradas na estatística da criminalidade, a Capital é a que apresentou nos últimos três meses  maior alta nos casos de Crimes Violentos, Letais e Intencionais (CVLI), isto é, homicídios, latrocínios (roubos seguidos de morte) e lesões corporais seguidas de morte.

Em setembro, Fortaleza registrou 57 assassinatos. Em outubro o número saltou para 71. E em  novembro, foram 97 casos, o que revela  um crescimento em apenas 90 dias da ordem de 36,6 por cento nos homicídios, fato que preocupa as autoridades da Segurança Pública e atormenta a população.

Contabilizando o período de janeiro a novembro de 2016, somando-se os 3.087 CVLIs  com as 48 mortes em unidades do Sistema Penitenciário e mais 90 óbitos decorrentes de intervenção policial (90), chega-se a, nada menos, que 3.225 pessoas assassinadas no Ceará em 11 meses. A previsão, dentro da média mensal, é que o ano termine com aproximadamente  3.500 homicídios no Ceará. 

Fernando Ribeiro via Ceará News

Nenhum comentário: