terça-feira, 6 de dezembro de 2016

ANDRADE GUTIÉRREZ DETALHA CARTEL DE EMPREITEIRAS PARA FRAUDAR LICITAÇÕES EM ESTÁDIOS DA COPA E CITA CASTELÃO

A construtora Andrade Gutiérrez, em novo acordo de leniência com o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), detalhou a formações de cartel entre empreiteiras para fraudar licitações referentes à construção e a reforma de estádios da Copa do Mundo, incluindo a Arena Castelão, em Fortaleza.

Segundo informações do Uol, o Cade teve acesso a dados que indicam conluio e fraude em pelo menos cinco procedimentos de licitação: Arena Pernambuco, em Recife (PE); Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ); e Mineirão, em Belo Horizonte (MG), que foi alvo de acordo ilícito que acabou não sendo executado. Outros dois não foram citados para preservar a investigação.

A empreiteira ainda apontou possíveis irregularidades na Arena Castelão, em Fortaleza/CE; Arena das Dunas, em Natal/RN; e Arena Fonte Nova, em Salvador/BA. Inicialmente, teriam participado das fraudes as empresas Andrade Gutierrez Engenharia S/A, Carioca Christiani Nielsen Engenharia S/A, Construções e Comércio Camargo Corrêa S/A, Construtora OAS S/A, Construtora Queiroz Galvão S/A, Odebrecht Investimentos em Infraestrutura Ltda., além de, pelo menos, 25 funcionários e ex-funcionários dessas empresas.

Segundo delação, as fraudes ocorreram na fixação de preços, vantagens e abstenções entre as empreiteiras concorrentes e divisão e alocação de projetos entre as integrantes do cartel. Na primeira fase, seis empresas firmaram acordo anticompetitivo preliminar, estabelecendo quais obras preferiam assumir. Na segunda, ocorreu a divisão com blocos e troca entre as empresas de projetos escolhidos.

Ceará News 

Nenhum comentário: