quarta-feira, 16 de novembro de 2016

TENENTE DA PM É CONDENADO A 13 ANOS DE PRISÃO PELA MORTE DE DELEGADO EM 2004

O tenente Georges Aubert dos Santos Freitas, acusado de matar o delegado da Polícia Civil Jorge Ferreira Mendes, foi condenado a 13 anos de prisão em regime fechado pelo Conselho de Sentença do 2º Tribunal do Júri de Fortaleza. O outro PM acusado pelo crime, sargento Antônio Wanderlon de Sousa, foi absolvido, conforme o Tribunal de Justiça do Ceará (TJCE).

Georges foi sentenciado também com a perda do cargo pela acusação de homicídio duplamente qualificado (meio cruel e emboscada), mas a defesa dele vai recorrer. O tenente aguarda em liberdade o recurso, que pode ser feito em um prazo de até cinco dias.

O irmão da vítima e delegado aposentado, Antônio Ferreira Mendes, 63, acredita que a decisão foi justa porque houve reconhecimento de que o tenente foi o causador da morte. “Recorrer é um direito da defesa, mas a maior vitória, e eu trabalhei como assistente da acusação por isso, foi o juiz decretar a perda do cargo para evitar que ele pratique outros crimes”, disse ao O POVO Online.

O Povo


Nenhum comentário: