quinta-feira, 3 de novembro de 2016

IMPRUDÊNCIA




Quatro pessoas na traseira de um buggy.  Repare que uma das pessoa vai no colo da outra. Não é de hoje que venho comentando e alertando os perigos dos passeios que acontecem na Praia de Maceió. Alta velocidade, capacidade além do permitido e por ai vai.

Como cidade turística, como praia de grande movimento, não consigo entender o motivo de não haver nenhum tipo de fiscalização, nenhum cadastro, nada! 

Na sede, a maioria dos passeios acontecem da forma correta, na capacidade certa de pessoas, velocidade e procedimentos básicos de seguranças seguidos, tudo isso fruto de anos de trabalho de empresas e grupos organizados em forma de associações. Mas também temos os chamados piratas que exploram essa atividade sem nenhum receio. Será que precisaremos ver novos acidentes com regularidade? Ver o nome da cidade manchada? 

Se os motoristas não tem conscientização da forma correta de trabalhar, cabe as autoridades entrar em ação. Também cabe a sociedade cobrar e divulgar aos turistas e visitantes que não aceitem fazer passeios sob essas condições, colocando em risco a própria vida e a vida de outros já que esse tipo de acidente muitas vezes envolve sempre mais de dois veículos.

As cenas foram tiradas de um vídeo onde aparecem todos ocupantes do buggy claramente irregular.

Nenhum comentário: