segunda-feira, 10 de outubro de 2016

SECRETARIA DA CULTURA DE CAMOCIM PRECISA REVIVER

Já que a prefeita Monica irá continuar na administração da máquina pública, poderia trocar alguns secretários para poder melhorar as ações de sua administração, logicamente pensando no bem estar da população. Pensando nisso, dado a relevância, destaco a  Secretaria da Cultura, que é uma importante pasta e, visivelmente, sofreu um declínio com a saída da ex-prefeita Ana Maria Veras que comandou a pasta neste primeiro governo de Monica. Além de ser expressiva politicamente, a ex-gestora  tinha grande afinidade com a função, por ser artista e uma grande incentivadora da questão, fazendo isso de forma particular, independente da administração pública.  Ainda vale destacar outro aspecto: sua figura por si só enaltecia o governo Monica e servia, de certa forma, como ponte entre o governo e o povo. Além disso, Ana Maria tinha luz própria, autonomia, liderança, popularidade, jogo de cintura, coerência e em momento algum se deixou levar por paixões politiqueiras ( até por que ela não precisa disso). 

O fato é que a Secretaria da Cultura precisa de um novo comando, de uma nova lógica , precisa ganhar vida novamente. Necessita inovar, pensar a cultura como ela precisa ser pensada, para além das atividades de entretenimento (festas) para poder contemplar o significado que a palavra comporta:

A prefeita Monica errou feio quando permitiu o afastamento de Ana Maria, e errou mais feio ainda quando não deu importância ao assunto, não colocando uma substituta que estivesse a altura de Ana Maria Veras. 

Ainda tem muito tempo para a prefeita corrigir este erro grotesco. 

O Eglauber Lima, por ter experiência administrativa, por ser agente nato da cultura, ser professor  e ter  manejo, poderia ser um bom nome.  

Fica a dica! 

Carlos Jardel 

Nenhum comentário: