quarta-feira, 5 de outubro de 2016

NOVA ESPÉCIE DE CARANGUEJO É ACHADA NO GEOPARK ARARIPE, NO CEARÁ

Uma nova espécie de caranguejo, de nome científico kingleya attenboroughi, foi descoberta no território do Geopark Araripe, no Ceará. A espécie foi achada pelos pesquisadores Alysson Pinheiro, da Universidade Regional do Cariri (Urca) e Willian Santana, da Universidade do Sagrado Coração (USC), de Bauru (SP).

O crustáceo foi encontrado no distrito de Arajara, em Barbalha, e descrito e ilustrado no artigo “A new and endangered species of Kingsleya Ortmann, 1897 (Crustacea:Decapoda: Brachyura: Pseudothelphusidae) from Ceará, northeastern Brazil”, em tradução livre “Uma  nova e ameaçada espécie de Kingsleya Ortmann, 1897 (Crustacea: Decapoda: Brachyura: Pseudothelphusidae) do Ceará, Nordeste do Brasil”.
 
Caranguejo de água doce
 
De acordo com os especialistas, trata-se de uma espécie de caranguejo de água doce. Segundo os pesquisadores, ele já foi descoberto em condição de ameaça de extinção, assim como o Soldadinho-do-Araripe, pássaro endêmico da mesma região considerado criticamente em perigo de extinção pela Lista Vermelha Internacional da IUCN (2015) e pela lista oficial brasileira (MMA, 2014).

Espécie rara
 
O professor William Santana conta que o caranguejo kingleya attenboroughi  existe em pouquíssimos lugares, com um número reduzido de espécimes e por causa do impacto do homem ao  meio em que ele vive, é considerado ameaçado de extinção. O caranguejo foi coletado durante o mês de abril no Córrego do Arajara e em pequenos cursos de água da região.  Recebeu esse nome em homenagem ao grande naturalista inglês Sir. David Attenborough, que completa 90 anos em  2016, considerado o padrinho do Soldadinho- do- Araripe.

De acordo com o professor Alysson Pinheiro, esse achado ratifica a importância da região para a biodiversidade,  bem como, reforça o valor do Geopark Araripe, da Floresta Nacional do Araripe (Flona) e da Área de Proteção  Ambiental da Chapada do Araripe (APA).

Ceará News

Nenhum comentário: