segunda-feira, 10 de outubro de 2016

EM JOGO DRAMÁTICO, FORTALEZA EMPATA COM O JUVENTUDE E PERMANECE MAIS UM ANO NA SÉRIE C

Não foi dessa vez que o Fortaleza pôs fim ao calvário da Série C. O cenário era o mesmo dos últimos anos. Castelão lotado e muita expectativa para os 90 minutos mais importantes da temporada do Leão do Pici. Porém, o desfecho foi, mais uma vez, frustrante. Na noite deste domingo, 9, o Tricolor pressionou, mas não passou do 1 a 1 com o Juventude e foi pela quarta vez eliminado nas quartas de final da Série C do Campeonato Brasileiro.

Com isso, o Tricolor vai para o seu oitavo ano seguido na Terceirona.

Com o apoio do Castelão entupido por 63.903 torcedores, o Fortaleza iniciou arrasador e pressionando o Juventude no campo de ataque. Com marcação alta, o time do técnico Hemerson Maria não dava espaços ao adversário. Mas com o passar do tempo, o time gaúcho conseguiu se acertar em campo e equilibrar as ações.

Rodrigo Andrade, Anselmo e Corrêa desperdiçaram boas oportunidades para marcar, enquanto o goleiro Elias ia se transformando em um dos principais personagens do jogo.

No fim do primeiro tempo, o Ju já mostrava mais superioridade e Felipe Lima, Hugo e Roberson perderam boas chances para marcar.

Mas o time visitante manteve o ímpeto no segundo tempo e logo abriu o placar. Aos dois minutos, Pará cruzou na área e Hugo (que em 2009, pelo São Caetano, marcou dois gols que decretaram o rebaixamento do Fortaleza da Série B) abriu o placar de cabeça.

O Leão acusou o golpe. O time se mostrou mais nervoso e passou a errar muitos passes, sem conectar ataques. Hemerson Maria então promoveu as entradas de Pio e Juninho nos lugares de Corrêa e Éverton. Mesmo vaiado pela torcida, o comandante leonino teve ali atitude que mudou o jogo.

Aos 21 minutos, em cobrança de falta em frente a área, Pio mandou uma bomba para deixar tudo igual e fazer o Castelão explodir em esperança renovada.

O gol mudou a atmosfera no estádio. Recolocou não só o Fortaleza no jogo, como também os torcedores, que passaram a jogar junto com o time. Aos 24, Anselmo recebeu cruzamento de Willian Simões e cabeceou para grande defesa de Elias. A partir de então, foi pressão do Fortaleza. O Ju aguardava uma bola no contra-ataque para matar o jogo. E ela veio aos 33 minutos, quando Roberson perdeu o que poderia ter sido a bola do acesso para o Juventude.

O atacante invadiu a área cara a cara com Berna e tocou de cobertura, mas a bola passou caprichosamente ao lado do gol. Um minuto depois, em nova cobrança de falta, Pio quase virou o jogo. Elias fez grande defesa.

Nos minutos finais, o Fortaleza quase consegue o gol que seria salvador. Willian Simões foi na linha de fundo e cruzou na área. Após bate-rebate incrível, Elias salvou e se consagrou como herói da classificação do Juventude.

O apito final calou a torcida no Castelão, e a festa, mais uma vez, foi dos visitantes. O Juventude está na Série B 2017, enquanto o Fortaleza amargará mais um ano na Terceira Divisão.

O Povo

Nenhum comentário: