quinta-feira, 20 de outubro de 2016

BISPO DE TIANGUÁ PUBLICA NOTA DE REPÚDIO POR ROUBO DE SACRÁRIO COM HÓSTIAS CONSAGRADAS

O bispo da diocese de Tianguá, Dom Frei Francisco Javier, publicou na manhã de hoje uma nota de repúdio pelo roubo do Sacrário da Igreja Matriz da Paróquia São Pedro, em Tianguá, ocorrido ontem. O bispo classificou o ato de "sacrilégio" e que  "constitui uma ofensa grave a Deus e um profundo desrespeito à fé católica do povo".

"Sabemos que o sacrário não é um cofre e tão pouco é de ouro; porém, na sua fragilidade, guarda o que há de mais precioso em nossa fé: a Eucaristia. Não lamentamos, evidentemente, a perda dos objetos em si, mas a agressão cometida ao Santíssimo Sacramento, que para nós é a presença real de Jesus, centro e ápice de nossa vida cristã", destacou Dom Javier convocando os cristãos a rezar por uma cultura de paz e respeito na sociedade. 


NOTA DE REPÚDIO


Aos fiéis da Paróquia São Pedro e a todo o Povo de Deus da Diocese de Tianguá

Eu, Dom Frei Francisco Javier Hernández Arnedo, OAR, na condição de Pastor Diocesano de Tianguá, venho externar com muita tristeza o meu repúdio diante do ato criminoso ocorrido ontem, dia 19 de outubro de 2016, na Paróquia São Pedro – Tianguá/CE. Na ocasião, foi furtado de forma acintosa, o sacrário da Igreja Matriz de São Pedro contendo âmbulas com hóstias consagradas. 

Sabemos que o sacrário não é um cofre e tão pouco é de ouro; porém, na sua fragilidade, guarda o que há de mais precioso em nossa fé: a Eucaristia. Não lamentamos, evidentemente, a perda dos objetos em si, mas a agressão cometida ao Santíssimo Sacramento, que para nós é a presença real de Jesus, centro e ápice de nossa vida cristã, como nos atesta:

Cânon 897 – Na Santíssima Eucaristia se contém, se oferece e se recebe o próprio Cristo Senhor e pela qual continuamente vive e cresce a Igreja. O Sacrifício eucarístico, memorial da morte e ressurreição do Senhor, em que se perpetua pelos séculos o Sacrifício da cruz (...) por ele é significada e se realiza a unidade do povo de Deus, e se completa a construção do Corpo de Cristo. 

Esse sacrilégio constitui uma ofensa grave a Deus e um profundo desrespeito à fé católica do nosso povo. Vale a pena lembrar que, quem joga fora as espécies consagradas ou as subtrai ou conserva para fim sacrílego incorre em excomunhão “latae sententiae” reservada à Sé Apostólica. 

Esperamos que, uma vez realizada a apuração dos fatos por parte das autoridades competentes, os responsáveis sejam punidos. Não se pode admitir que a violência e a insegurança se sobreponham a determinados princípios e valores que constituem a base para o bem-estar social. 

Finalmente, convocamos a todos os paroquianos a realizar um ato de desagravo a Jesus Eucarístico, suplicando incessantemente a intercessão da Virgem Maria, Mãe da Igreja, para que possamos construir uma cultura de paz e respeito em nossa sociedade.

Cordialmente,

+ Francisco Javier Hernández Arnedo, OAR
Bispo da Diocese de Tianguá

Tianguá/CE, 20 de outubro de 2016

Nenhum comentário: