segunda-feira, 5 de setembro de 2016

SÉRGIO AGUIAR E JARBAS FERREIRA APLICAM GOLPE NA LIGA DESPORTIVA CAMOCINENSE, DIZ JOÃO SIEBRA

 "Fechando o saco de maldades, cancelam de forma ilegal o convênio anual e realizam uma competição sinistra, paralela, sem valor oficial e que deve ser questionada no judiciário".

 O Joãozinho Siebra,  irmão do presidente da Liga Desportista  Camocinense, Beto Siebra, criticou, no Facebook, a ação da Administração de Monica Aguiar, capitaneada pelo seu esposo, o deputado Estadual Sérgio Aguiar. De acordo com João, o deputado e o secretário da pasta de  esportes, Jarbas Ferreira, fizeram uma negociata passando o Estádio Fernando Trevia para a prefeitura e " fechando o saco de maldades, cancelaram de forma ilegal o convênio anual e realizam uma competição sinistra, paralela, sem valor oficial e que deve ser questionada no judiciário".disse.

Confira abaixo as postagens:


 "O descalabro no futebol de campo vem de longe, desde o final da década de 90. Me lembrem: qual foi o último campeonato que Camocim disputou? Nunca vi um aumento tão exponencial na arrogância, prepotência e burrice, quanto a praticada por esta administração municipal infame, capitaneada pelo Sérgio Aguiar e seu cupincha Jarbas Ferreira. Esses vem saqueando a LDC desde que tomaram o Estádio Fernando Trévia, roubando seu maior patrimônio. Agora não satisfeitos querem usar o meu irmão - Beto Siebra - como bode expiatório. Agressão, arrogância tem limites e precede a queda. Não temo a nenhum de vocês, seus canalhas ambiciosos e inescrupulosos. Venham que tem troco! Oprimem o povo e o jogam na miséria há quase um século por aqui". 

Mais

"Publiquei minha indignação, proporcional ao tamanho da injustiça. Mas é preciso acrescentar informações ao que afirmei, para que o camocinense saiba a verdade dos fatos: a LDC - Liga Desportiva Camocinense, entidade com mais de cinco décadas de vida, é uma associação oficial que organiza, fomenta e desenvolve o futebol. A LDC é uma entidade que ano após ano realiza competições com o apoio financeiro da Prefeitura, não importando o prefeito do momento ou o presidente da entidade. O Estádio foi construído com doações dos desportistas. Então vem o prefeito Sérgio Aguiar e presidente Jarbas Ferreira e fazem uma negociata e passam o estádio para a prefeitura, aplicando duro golpe na LDC, e hoje, fechando o saco de maldades, cancelam de forma ilegal o convênio anual e realizam uma competição sinistra, paralela, sem valor oficial e que deve ser questionada no judiciário. Então, será que em função das posições políticas do meu irmão deve ser o esporte de modo geral perseguido? Meu irmão não tem o direito de ser livre? Aqui na nossa terra as instituições são usadas e descartadas conforme o humor e o intere$$e do político. 
 
Finalizo perguntando se vocês conhecem uma associação na área de saúde que recebe verbas gordas, que se equivale a uma mini prefeitura? Essa vai muito bem obrigado, mesmo que seu objetivo social não venha sendo alcançado, mas que engorda mês a mês o patrimônio de uns poucos que aparecem vez por outra em Camocim". 

Carlos Jardel


Nenhum comentário: