terça-feira, 20 de setembro de 2016

JUIZ ELEITORAL DIZ QUE EUVALDETE FERRO "NÃO COMETEU IMPROBIDADE E QUE ELA FOI INJUSTIÇADA"


O Juiz Eleitoral de Camocim, durante entrevista na Rádio Meio Norte FM, no programa jornalístico do período da tarde, ao falar sobre vários assuntos, detalhou os motivos pelo qual deferiu a candidatura de Euvaldete Ferro rejeitando a ação de impugnação protocolada pelo Ministério Público e pela coligação da Monica Aguiar. De acordo com o Magistrado, Euvaldete Ferro foi "injustiçada pelo Tribunal de Contas do Município".

O TCM alegou que a irregularidade que Euvaldete teria cometido, quando secretária do Desenvolvimento Social, na primeira gestão de Chico Vaulino,   seria ter contratado uma empresa para prestar serviço sem licitação , ocorre que "ela apresentou no TCM a licitação" disse o Juiz.

" Mesmo com  o processo nas mãos, o Tribunal de contas, com base no relatório de um inspetor, rejeitou as contas de Euvaldete, quando eu fui analisar o processo eu vi que não tinha nenhum ato de improbidade e que o processo de licitação que se dizia não existir efetivamente ele existia e estava aqui na minha frente", explicou o Juiz , acrescentando, "no caso de Euvaldete eu entendi que não teve improbidade e, como cidadão, também  entendo que ela foi injustiçada.

Confira no áudio parte da entrevista. 

Carlos Jardel

Nenhum comentário: