quinta-feira, 22 de setembro de 2016

ENFERMEIRA DENUNCIA POSSÍVEIS IRREGULARIDADES DE CONTRATAÇÃO NA UPA

Segue o relato da enfermeira efetiva do Município, Jamille Kesia, no Facebook.  


Vamos lá matar a curiosidade de vocês.

Hoje fui informada que uma enfermeira, muito próxima da candidata a reeleição, compareceu a casa de uma pessoa lhe oferecendo um emprego em troca de votos da família. 

Até aí nenhuma novidade né? Continuemos...

A pessoa que seria empregada deveria ocupar cargo de técnico em enfermagem, porém NÃO TERMINOU O CURSO AINDA. Quando questionada sobre o problema que isso poderia gerar junto ao COREN a enfermeira disse: 

- Você fica calada, não conta pra ninguém que daí não tem problema.

E sabem onde seria lotada essa pessoa? Na UPA. 

Mesmo já te do ocorrido a seleção seria fácil encaixa-lá na instituição, o que configura outra irregularidade.

Fiquei chocada com a situação porque na UPA se atende casos graves que podem ter consequências irreversíveis se tratados de forma inadequada.

Essa enfermeira sempre levantou a bandeira da enfermagem, mas age de forma ilegal para tentar manter no poder alguém que está lhe beneficiando financeiramente.

Quando perguntei se a pessoa aceitou ela me respondeu: - Não professora, eu sei que isso é errado e tenho capacidade de conseguir um emprego por meu próprio mérito.

Parabéns minha querida pela atitude decente que teve, e que isso sirva de alerta para que todos vejam até que ponto alguns são capazes de ir para se manter no poder.

O COREN já foi acionado para realizar fiscalização no município, pois se aconteceu com uma, pode ter muito mais trabalhando ilegalmente.

E se você suspeitar que alguém não é profissional de enfermagem, exija a carteira profissional. É seu direito cobrar e dever do profissional mostrar, sujeito a penalidade se não o fizer.

Um comentário:

Iacob A. von Hohenstaufen disse...

ABSURDO ISSO! Temos de denunciar isso à Ouvidoria do SUS e às demais autoridades competentes! Só precisei da UPA uma vez, e o atendimento foi um lixo!