terça-feira, 23 de agosto de 2016

CANDIDATOS A PREFEITO EM GRANJA TÊM REGISTROS QUESTIONADOS

Dois candidatos a prefeito de Granja, no interior do Estado, tiveram seus registros de candidatura impugnados. Candidato à reeleição, Romeu Aldigueri (PR) teve candidatura questionada pela procuradoria Regional Eleitoral do Ceará. O motivo: tendo assumido o cargo executivo por 19 dias em 2009, ele estaria disputando o terceiro mandato consecutivo.

Na oposição, a ex-prefeita Carmen Arruda (PSD) também foi notificada, já que sua candidatura foi impugnada por seus adversários por ocultação de patrimônio e irregularidades de contas.

"Sua eleição para o quadriênio 2013-2016 caracterizou reeleição, de sorte que resta inviável sua candidatura no presente pleito eleitoral de 2016", afirma o documento. Sobre o tempo curto de mandato, a sentença responde que exerceu a chefia do Executivo, "razão pela qual somente poderia ser reeleito para um único mandato subsequente".

De acordo com Romeu, ele assumiu em 2009 por decisão da Justiça, através de uma liminar. Logo depois, no entanto, o candidato vencedor das eleições de 2008 voltou ao cargo. Advogado, o prefeito diz que “a regra é clara, só seria mandato se fosse o vice ou tivesse assumido nos últimos seis meses de mandato”.

“Jamais desistirei de ser candidato. Estou tranquilo. Tenho certeza que teremos o registro aprovado pela Justiça Eleitoral”, afirma.

Romeu diz ainda que deu entrada em impugnação contra a adversária, Carmen Arruda, viúva do também ex-prefeito Esmerino Arruda.  Segundo ele, entre outras acusações, ela teria omitido bens.

Deputado estadual e filho de Carmen, Gony Arruda afirma que a mãe já foi notificada e vai apresentar sua defesa. "É ridículo esse pedido dele. Foi desespero por ver que teria a candidatura questionada. As contas de minha mãe sempre foram aprovadas", defende.

Romeu e Carmen têm sete dias para responder aos questionamentos a seus registros. Durante esse tempo, eles podem continuar em campanha normalmente. Não foi possível contato com a candidata para comentar o assunto.

 O  Povo Online

Nenhum comentário: