quarta-feira, 10 de agosto de 2016

CRIME ELEITORAL: JULIANO DENUNCIA CONTRATAÇÃO TEMPORÁRIA NO PERÍODO ELEITORAL



O vereador Juliano Cruz  denunciou na Tribuna da Câmara a contratação de funcionários no período eleitoral. "Isso é crime eleitoral (...) É muita coincidência o fato da prefeita contratar estes servidores justamente no segundo semestre, período em que se inicia o processo eleitoral", pontuou Juliano pedindo que a Justiça adote as devidas providencias. 

Consta no site da prefeitura de Camocim que de Junho/2016 para Julho/2016,  um aumento de 291 contratações (é mais da metade do número de aprovados no concurso de 2012 que esperam angustiadamente a nomeação pela PMC), atingindo-se o recorde de contratações numa pesquisa de 19 meses (Janeiro/2015 a Julho/2016). Com tais contratações, a folha de pagamento teve um acréscimo de R$ 217.309,46, rompendo a barreira dos dois milhões de reais.

O vereador de oposição também abordou sobre as demais problemáticas que o municio enfrenta como "as ruas esburacadas, falta de medicamentos nos postos de saúde,a promessa de estaleiro e muitas outras promessas registradas em cartório e não cumprida, isso e o chamado calote eleitoral.

Carlos Jardel

Nenhum comentário: