quinta-feira, 21 de julho de 2016

VEREADOR ACUSADO DE FALSIFICAR DOCUMENTOS E ABORTO ILEGAL NEGA ENVOLVIMENTO COM CRIMES

O vereador Manuel Raimundo Rodrigues Neto acusado, nesta quarta-feira (20), de falsificação de documentos e envolvimento na prática de aborto ilegal negou envolvimento com os crimes. 

Segundo denúncias, o vereador, mais conhecido como Neto do Planalto, teria sido preso com cartela do medicamento Cytotec, que pode ser utilizado para induzir o parto ou aborto, receituários médicos e atestados para fraudar licenças.

Neto do Planalto, que é presidente da Comissão da Saúde da Câmara de Vereadores de Caucaia, negou qualquer envolvimento com os crimes e afirmou que a acusação veio de adversário políticos.

Ceará News

Nenhum comentário: