quarta-feira, 29 de junho de 2016

O DISCURSO FOI TÃO FORTE QUE CHEGUEI A PENSAR QUE ELE ESTAVA PRESTES A DEFECAR NAS CALÇAS


Jura! Ele disse que não gosta de corruptos!

Confesso que em determinado momento,  na última sessão, cheguei a pensar que o vereador César Veras iria defecar nas calças ao usar a Tribuna da Câmara durante seu pronunciamento contra a corrupção. Ele falou revestido de uma empolgação, como se estivesse "espritado",  e usou tanta força que só faltou "estrompar" a veia do "cangote" ao proferir algumas palavras, quase me convencendo com seu discurso, supostamente moralista, ao dizer que "teria vergonha de defender corruptos, pois pra ele,  "quem defende corrupto é também corrupto". Ele disse se referindo aos vereadores Ricardo Vasconcelos e Juliano Cruz e acusando o ex-prefeito Chico Vaulino.

Quem não conhece o César Veras, também conhecido por César Lera, e ouviu seu último discurso, deve ter ficado com a impressão de que ele e seu grupo politico são exemplos de integridade na vida politica. O que não é. Se engana quem pensa que é! Ele é apenas um bom ator! Ou seja, o vereador César Veras usou a Tribuna da Câmara como um palco de teatro. Ele apenas interpretou um personagem indignado com a corrupção, pois na vida real, o comportamento demostrado é outro.

Aquilo, fazendo uso da Tribuna da Câmara, não era ele, mas sim, um ator. Vejamos:

A prefeita dele, Monica Aguiar, foi cassada por corrupção eleitoral  em decisão de primeira instância.  ( É prefeita às custa de uma liminar ). E quantas vezes o César Veras se mostrou indignado com isso? Nenhuma. Ele nunca reclamou! Pelo contrário, defende com unhas e dentes a prefeita.

O Nilson do Hospital, que é um dos braços direito da prefeita e do deputado, teve seu mandato cassado pela Justiça, também por ter cometido corrupção eleitoral, e o vereador César Veras, que disse não apoiar corruptos, nunca reclamou.

O Sérgio Aguiar, que teve uma prestação de contas reprovada pelo TCM e só se livrou na Câmara por que, segundo o povão, comprou 3 vereadores - inclusive estes foram apelidados de raparigas do cabaré" - e ele, (o  César Lera), votou contra o TCM  para limpar seu patrão politico.

Bom, já que ele disse que não gosta de ficha suja, perdeu a oportunidade de ter tirado um da vida politica, mas não, ele fez foi colaborar.

O deputado Sérgio, ainda  quando prefeito,  também foi acusado na Justiça de desviar dinheiro da Educação, além de ter deixado várias obras inacabadas e mais o atraso do salário dos servidores.

Mas o vereador César Veras faz de conta que não lembra destes detalhes. Só que é impossível dele esquecer, pois, nesta época,  ele fazia parte do governo Aguiar.

Mais recente, um vereador aliado dele,  disse para o mundo inteiro ouvir, em bom tom, no microfone da tribuna,  que era criminoso assumido, e mesmo assim, o César Veras nunca reclamou. Nunca disse nada contra este episódio. Ele deve ter achado normal.

Então, qual é o moral politico que o César Veras tem para dizer que não gosta de corruptos?

A resposta é; nenhum! Ele é, por tanto, um hipócrita!

Carlos Jardel 

Um comentário:

Camocim15 disse...

Esse cara de pau safado,baba ovo dos Aguiar, pensa que enganar alguém,estou esperando ele vim na praia atras de voto,que ele vai ver o que espera por ele.