quarta-feira, 29 de junho de 2016

CAMOCIM-CE: FAMILIARES DE DETENTOS DENUNCIAM INTENSO TRÁFICO DE DROGAS DENTRO DA CADEIA PÚBLICA

Muitas denúncias de familiares de detentos estão chegando ao blog Camocim Polícia 24h informando sobre o intenso tráfico de drogas dentro da cadeia pública de Camocim. Grande parte da droga consumida e traficada dentro da cadeia entra através de detentos que estão recolhidos no albergue, um local sem segurança e tido como “colônia de férias” pelos próprios detentos. De lá e quase sempre durante a madrugada eles pulam um muro que dar acesso à Galeria do Hamilton, apanham a droga trazida por alguém e retornam para o albergue, sendo distribuída em seguida para as celas dos detentos do regime fechado. Ainda segundo informações nos repassadas, uma parte da droga também entra nos dias de visitas. A droga é introduzida dentro das partes íntimas de algumas mulheres familiares dos detentos, já que há uma determinação que proíbe a revista íntima nas mulheres, pois segundo a determinação tal revista traz constrangimentos aos visitantes. 

 Familiares têm que pagar

 O assustador é que a droga comprada e consumida lá dentro pelos detentos tem que ser paga por seus familiares aqui fora. Uma pessoa a mando dos detentos que traficam lá dentro vai em determinados dias à casa dos familiares dos detentos (que compram a droga) somente recolher o dinheiro gasto com o entorpecente. Temos relatos de uma mãe de presidiário que não tem nenhum tipo de renda dando conta que já recebeu até ameaça de morte por conta que não conseguiu o dinheiro para pagar a droga consumida pelo seu filho lá no interior da cadeia.

 “Como não posso pagar aos traficantes estou vendo a hora eu ou meu filho pagar com a própria vida”, disse uma denunciante que não quis se identificar. 

Detentos soltos nos corredores

 Agentes penitenciários e policiais militares trabalham na cadeia pública de Camocim em grau de risco altíssimo. Desde a rebelião na cadeia pública local ocorrida no dia 21 de maio (AQUI), todos os detentos do regime fechado ficam soltos no corredor da cadeia no horário de 08h00 às 14h00, sendo que apenas um portão sem a mínima segurança é o que separa detentos de agentes e pm’s, o que não dar uma distância de três metros. 
Devido a essa situação crítica e até agora sem solução, alguns agentes e pm’s já decidiram sair da cadeia e trabalhar em outros locais. 

  Exigências

Os detentos puseram o pé na parede, exigiram e conseguiram o aumento do tempo das visitas (dias de quarta e sábado), passando de três horas para três horas e quarenta minutos. Conseguiram também um acréscimo de 40 minutos no tempo do banho de sol, realizado também duas vezes por semanas. Vale ressaltar que atualmente somente dois policiais e um agente penitenciário são responsáveis pelo funcionamento e a segurança da cadeia pública de Camocim que atualmente comporta quase 180 detentos.

Camocim Policia 24horas

Nenhum comentário: