terça-feira, 24 de maio de 2016

VEREADOR BOLA CULPA GOVERNO PELA DESORDEM NO PRESIDIO DE CAMOCIM.

Bolinha falou também sobre a falta de divulgação do Leilão dos transportes públicos de Camocim



O vereador Sidney o Bola, sobre a rebelião na cadeia pública de Camocim, destacou que os  agentes penitenciários de Camocim há tempos que vem alertando para este perigo, "mas ninguém fez nada". 

" O deputado estadual Capitão Wagner também fez esta denuncia no Legislativo Estadual, alertando par o que poderia acontecer, e que, infelizmente,  de fato aconteceu", pontuou Bolinha e continuou "ou seja, isto que está acontecendo foi alertado com bastante antecedência, mas nenhuma autoridade competente se manifestou eficientemente para resolver este problema". 

Apesar da situação ter sido controlada temporariamente,  Bolinha culpa o Governo do Estado pela desordem no sistema carcerário de Camocim. 

"Isso não tira a responsabilidade do Estado para com o problema que ele mesmo criou. porém, vamos rezar, e cobrar dos nossos governantes  as respostas que são necessárias", disse o vereador solicitando que fosse enviando oficio ao governador do Estado, Camilo Santana,   "relatando o caos que se tornou o Presidio de Camocim e cobrando as devidas providências, antes que algo muito pior  ainda possa acontecer". 

Leilão dos transportes sem ampla divulgação

O vereador Bola também falou do leilão dos transportes públicos que estavam encostados no Pátio da Guarda Municipal,  que veio a tona mediante matéria publicada pelo Revista Camocim. 

O Leilão foi feito sem ampla divulgação. A população não ficou sabendo. Apesar dos vereadores terem votado o projeto na Câmara e o leilão ter sido publicado no Diário Oficial do Estado, faltou mais clareza quanto ao processo, faltou ampla divulgação junto à população de Camocim.  

"Por que a prefeitura não divulgou isso na imprensa local? Transportes escolares, que foram doados pelo Governo Federal, podem ser vendidos desta forma? ", questionou Bolinha. 

"Esperamos que a senhora prefeita venha a público se manifestar sobre esta assunto e dar respostas plausíveis", concluiu. 

Assista na íntegra, no vídeo acima, o  pronunciamento do Vereador.

Carlos Jardel

Nenhum comentário: